Tratamentos

01.

Depressão

  É uma doença causada por um desequilíbrio de processos químicos do cérebro (os neurotransmissores). É hoje, no mundo atual, uma das doenças mais presentes na sociedade.

 

    A pessoa que sofre desse mal não consegue ter forças, não consegue sair daquela situação ao qual se encontra, vai muito além de se sentir triste. E a pessoa triste fica com esse sentimento por alguns dias e logo consegue voltar a sua rotina normal. A depressão é uma doença que deve ser bem acompanhada principalmente pelos parentes próximos. Porque a pessoa que sofre desse mal, muitas vezes não é capaz de se cuidar sozinha.    

02.

Ansiedade

     Todos temos momentos normais de ansiedade, relacionados a alguns eventos ou ocorrências de nosso dia-a-dia. Podemos considerá-la anormal, quando essa tensão, preocupação e apreensão aparece de forma excessiva, não focalizada, tendo ou não situação estressante desencadeante. Está muito relacionada ao medo e tensão, principalmente a antecipação de um possível "ameaça" (lugares fechados, falar em público, avião, elevador...).

Normalmente apresentam sintomas autônomos associados, como palpitações, tonteira, hiperventilação (ofegação), intensificando ainda mais a preocupação com o problema.

       É um distúrbio relativamente comum (cerca de 1% da população), sendo mais comuns em mulheres. Estados de Ansiedade Incluem Fobias, crises de pânico e medo e apreensão constantes e generalizadas.

    A terapia comportamental com ou sem associação de medicamentos (dependendo do caso) ajudam melhorar bastante as crises e sintomas, uma vez que ajudam o paciente a compreender os sintomas físicos e a melhorar o controle do estresse antecipatório, ajudando muito no tratamento.

03.

Síndrome do pânico

    A síndrome do pânico é um transtorno de ansiedade antecipatória. A pessoa que sofre deste mal, acaba tendo crises inesperadas (espontâneas ou situacionais) as quais não consegue controlar seus pensamentos negativos e o principal causador dessas crises é do medo ou expectativa de que estes mesmos pensamentos retornem.  Nas crises, o portador apresenta sintomas autonômicos súbitos (coração disparar, falta de ar, tremores), que o levam a "congelar" ou a busca de fuga ou ajuda (como por exemplo, procurar o pronto-socorro).

    Como podemos melhorar:

       A terapia é um dos aliados nessa questão.

    Precisamos modificar nossos pensamentos: estou falando daquele pensamento disfuncional que desencadeia os próximos pensamentos ansiosos e que podem ser evitados.

04.

Transtorno Bipolar

    É um transtorno de grande herança genética, nos quais se apresenta episódios de alteração no humor que alternam em dois polos: episódios depressivos com episódios de mania (pessoa muito energizada, inadequada, desinibida disfuncionalmente).

     Os sintomas podem ser muito variáveis de intensidade, podendo haver casos graves de depressão e mania como casos de hipomania. A variação do humor pode ser também variável em relação a duração de cada "fase", podendo o paciente permanecer longos períodos em cada fase a apresentar variações rápidas de um polo ao outro.

    Transtorno com quadro depressivo importante que quando combinados a momentos de aumento de energia da fase de mania, acaba por levar a cerca de 25%  dos indivíduos a tentativa de suicídio.

04.

Mania

    A Mania seria a "antítese" da depressão, por isso associada ao Transtorno Bipolar. É um sentimento de grandiosidade, exaltação, de humor expansivo e energizado, mas de forma desorganizada e disfuncional. A pessoa no início dos sintomas pode até parecer mais produtiva, mas assim que a doença progride suas funções começam a se deteriorar.  Os sintomas podem ser mais acentuados ou mais brandos (hipomania), sendo que neste caso pode passar despercebido e parecer como uma melhora de um quadro depressivo, dificultando o diagnóstico.

    O portador se torna impaciente, irritável quando contrariado, podendo chegar até se tornar agressivo, o que dificulta o tratamento médico e psicológico, pois não consegue perceber que está doente. 

    Comum apresentar impulsividade para álcool e drogas, para gastos com compras, aumento da libido e religiosidade. Pode tambem haver delírios e alucinações persecutórias.

05.

Fobias

    Também se trata de um distúrbio de ansiedade. A pessoa apresenta um medo persistente (fobia , do grego, significa medo) incontrolável e irracional a algo ou situação que não apresenta perigo real, mas que a "obriga"a se afastar daquele estímulo. A sensação é de ansiedade extrema, podendo provocar ataques de Pânico, com sintomas físicos, como taquicardia, hiperventilação (falta de ar), sudorese e tremedeira. A pessoa reconhece que o medo é excessivo, mas não consegue controlá-lo.

   Existem infinitos tipos de fobias: as sociais (relacionada a exposição e julgamento social); As fobias específicas (de animais, ambientes naturais, como altura, a sangue) e as fobias situacionais (aviões, elevadores, locais fechados etc.)

06.

TOC

     Também é um transtorno de ansiedade, mas neste caso está associado à crises de compulsão e obsessão. Obsessões são ideias, impulsos e pensamentos que "invadem" a consciência da pessoa, sem que a mesma possa controlar, e que a "obriga" a realizar a ação ou ritual do pensamento, para que  possa conseguir um período temporário de alívio. Compulsões são comportamentos estereotipados, que obriga o portador a repetir diversas vezes o mesmo ato, sem chegar a conclusão final de uma tarefa. Caso a pessoa não realize o ritual da compulsão, se sentirá extremamente insegura, acreditando que algo terrível possa-lhe acontecer.

     Tais sintomas e ideias se repetem constantemente, atrapalhando a vida pessoal, familiar e profissional do portador da doença. As ideias podem variar de intensidade e são geralmente associadas com rituais repetitivos de limpeza, contagem, simetria, colecionamento.

Email: agapipsicologia@gmail.com

Tel: (11) 2898-9798  /  (11) 96863-7580

The Square Open Mall - Sala 617 Bloco E

Rodovia Raposo Tavares, km 22

Granja Viana - Cotia, SP 06709-900

  • Facebook

© 2020 por Agapi Psicologia

Tel: (11) 2898-9798

         (11) 96863-7580