• Christina B. A. Fulford

BULLIES: Alerta aos pais!!!

Atualizado: 20 de Mai de 2019

Afinal, o que é bullying?



Bullying é o comportamento agressivo intencional que pode expressar de diversas maneiras (verbal, física, social e emocionalmente, em relacionamentos, pela internet, ou numa combinação de vários desses fatores).

O termo surgiu a partir do inglês bully, palavra que significa tirano, brigão ou valentão. É gerado pelo desequilíbrio de poder, e ocorre repetidas vezes, durante um período de tempo.


     Surge espontaneamente, não como reação a provocações, e possui modalidades diversas (uma criança começa a maltratar outras, um grupo de crianças se une para atacar uma terceira ou um grupo ataca outro).


    As características mais comuns do bullying são a discriminação, a chacota, apelidos pejorativos, boatos, ameaças verbais, provocações, intimidação, isolamento ou exclusão e agressão física. Pode ocorrer em qualquer lugar, porem é mais comum em locais onde há poucos adultos para supervisionar, como ônibus, banheiros, corredores, lanchonetes e pátios de escola. Também pode ocorrer quando crianças se reúnem para brincar em uma casa ou quintal e permanecem durante muitas horas sem a supervisão de um adulto.




     As formas de agressão entre os alunos são das mais variadas e podem acontecer em quase todos os níveis da fase escolar, desde o primário até os últimos anos do ensino médio, por exemplo. 

    O bullying atrapalha a aprendizagem do aluno, além de afetar o seu comportamento fora da escola!!

     Uma boa maneira de imunizar seu filho aos ataques é conversar abertamente (desde cedo e com frequência) sobre o assunto, ler e explicar a ele o material publicado em artigos e livros, e até mesmo ensaiar situações que ele pode vir a enfrentar e mostrar como ele deve reagir.


“Quando a criança e ou o adolescente se tornam vítimas de bullies precisamos, como pais e responsáveis perceber, que a autoestima, suas questões mais delicadas e emocionais não podem se tornar frágeis, a ponto de ocorrer um comprometimento na sua estrutura como um todo”. (Deborah Carpeter e Christopher J .Ferguson, PHD.)

    ​​​​​ Infelizmente muitas vezes o bullying é praticado por pessoas dentro da própria casa da vítima, ou seja, pelos seus próprios familiares. Isso é muito ruim porque o importante para esse indivíduo é assegurar que em seu lar, ele encontre todo o amor e carinho, para poder se apoiar e conseguir sair desta situação superando-a.

    É interessante incentivar novas amizades, para que ele possa confiar, podendo ter apoio e novos conselhos, diminuindo assim o impacto do bullying. 




Psicóloga Christina de B. A Fulford - (CRP 71561)

Email: agapipsicologia@gmail.com

Tel: (11) 2898-9798  /  (11) 96863-7580

The Square Open Mall - Sala 617 Bloco E

Rodovia Raposo Tavares, km 22

Granja Viana - Cotia, SP 06709-900

  • Facebook

© 2020 por Agapi Psicologia

Tel: (11) 2898-9798

         (11) 96863-7580